fbpx

Live de hoje: Coragem para inovar e pensar fora da casinha

Quando o assunto é inovação, Curitiba mostra toda a experiência que tem no assunto. Hoje pela manhã, eu conversei com Jean Sigel, co-fundador da Escola de Criatividade de Curitiba. Especialista no assunto, Jean é certificado em inovação pela Universidade de Stanford/DSchool e atua em projetos voltados à educação para a criatividade, economia criativa e empreendedorismo. Já trabalhou no Grupo Publicis, no Fórum Econômico Mundial e foi curador do Prêmio Brasil Criativo. Durante a conversa, abordamos temas como mercado de trabalho, educação, criatividade, ambiente colaborativo e administração pública à luz da inovação. “Curitiba é inigualável em termos de criatividade e inovação. Fomos educados para esse fim. Um exemplo é a questão ambiental como a reciclagem do lixo, quando uma geração inteira aprendeu que não pode jogar lixo no chão. Desde lá, temos uma grife de inovação muito forte”, disse Sigel. 

O que já fizemos na área da inovação em Curitiba: 

No ano passado, criamos na Câmara Municipal o Fundo de Inovação do Vale do Pinhão (Inova VP) para impulsionar o ecossistema de startups curitibanas. Também em 2019, fomos finalistas do prêmio internacional Smart Cities, um dos mais relevantes do mundo. Também fizemos parcerias importantes com empresas privadas. Afinal, ninguém consegue crescer sozinho, precisamos construir parcerias fortes e duradouras com universidades e empresas privadas. Tanto que hoje somos uma das 25 cidades do planeta escolhidas pela Renault para implantar um programa piloto de fabricação de carros elétricos compartilhados na cidade. Os bons exemplos não param por aí. Os estudos para implantar a usina solar da Caximba, que será a maior intervenção socioambiental da história da cidade, já estão avançados. Nossas empresas inovadoras estão preocupadas também com a saúde dos curitibanos. Enquanto não há vacina para combater a dengue que cresce em diversas cidades do país, uma startup curitibana criou uma armadilha inteligente para conter o mosquito transmissor da doença. Além destes exemplos já citados, temos uma gama imensa de outros que estão em andamento nos subprogramas do Vale do Pinhão como o Paiol Digital, Farol do Saber e Inovação, Worktiba, Liceu de Ofício e o Bom Negócio.

Todas estas ações reforçam a nossa consolidação como uma cidade que inova, é inteligente, conectada e, principalmente, cuida do ser humano. Estamos preocupados em melhorar a vida de cada cidadão por meio da tecnologia e inovação. Estamos retomando o nosso protagonismo de cidade inteligente que estava perdido no passado.

O que vamos fazer:

Estabelecer Curitiba como um grande polo de inovação. Esse é o principal foco. Porque é fazendo isso que a cidade poderá atrair olhares de investidores que hoje estão concentrados no eixo RJ-SP, fomentando a economia e garantindo empregos para o curitibano.

Reforço e defesa da temática dentro da Câmara Municipal de Curitiba, através da criação de uma comissão destinada à análise de projetos com base tecnológica;

Manutenção e expansão do Projeto Technoparque, para que Curitiba retome a atração das empresas de tecnologia;  

Promover ações efetivas para o setor de inovação por meio da atração de eventos de tecnologia, realização de Hackathons e Olimpíadas de Robótica; 

Desenvolvimento de projetos que contribuam com novos modais de transporte para cidade, garantindo eficiência, sustentabilidade e segurança para todos que transitam por Curitiba;

Implantação de um plano cicloviário mais acelerado para que as pessoas tenham a possibilidade de ir e vir em rotas inteligentes e seguras, e criem o hábito de uso da bicicleta como modal de transporte;

Ações que contribuam para ocupação saudável da área central da cidade, evitando assim o desenvolvimento de áreas de baixa segurança para circulação das pessoas;

Criar instrumentos para o preparo dos jovens de Curitiba para atuação nesse mercado, contribuindo com o desenvolvimento do ecossistema, educação e empregabilidade, como convênio com o sistema “s” e o município através de cursos técnico-profissionalizantes nas áreas de tecnologia (software e hardware);

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques
Instagram